Blog

12.05.2017 | Notícias

Sistemas de segurança inteligentes minimizam o risco de acidentes de trânsito

Mais veículos nas estradas, um fluxo de trânsito mais veloz e um fluxo de informação que distrai o motorista. Tudo isso impõe demandas consideráveis tanto aos motoristas de veículos comerciaisquanto aos de carros. Por outro lado, nunca houve tanta oportunidade para a pessoa que está ao volante dirigir em segurança do que atualmente. Os sistemas de segurança ativa encontrados em muitos carros e caminhões modernos facilitam muito para que os incidentese acidentes sejam evitados.

Desde novembro de 2015, existe uma exigência legal na UE (União Européia) para que caminhões pesados de dois ou três eixos novos sejam equipados com a função de frenagem de emergência automática. A meta é reduzir o número de acidentes em que o caminhão colide com a traseira do veículo à sua frente, um cenário de acidente que responde por cerca de um quinto de todos os acidentes rodoviários envolvendo caminhões. Atualmente, a legislação exige que o sistema de frenagem de emergência reduza a velocidade do caminhão em 10 km/h. No próximo ano, isto passará para 20 km/h.

“É ótimo que a legislação esteja ficando mais severa, mas ainda sinto que as exigências legais são muito baixas. Se você estiver a 80 km/h,quando o sistema de frenagem de emergência for acionado, é preciso reduzir a velocidade em muito mais do que 20 km/h para evitar uma colisão forte se o veículo na frente do caminhão parar,” diz Carl Johan Almqvist, Diretor de Segurança de Tráfego e Produto da Volvo Trucks.

A Volvo Trucks desenvolveu um sistema que vai muito além das exigências legais, atuais e futuras. O foco principal do sistema, introduzido em 2012, está em alertar o motorista do risco de uma colisão iminente.

“Em muitos casos isto basta para o motorista rapidamente avaliar a situação e evitar o acidente,” explica Carl Johan Almqvist.

O freio de emergência somente é acionado se for absolutamente necessário, o que é feito extremamente rápido. A velocidade de frenagem – ou retardo, para usar o termo técnico correto–é de cerca de 7 m/sec² , similar ao que muitos carros de passeio conseguem fazer. Na prática, isto significa que a velocidade do caminhão pode ser reduzida de 80 a 0 km/h em cerca de 40 metros.

O sistema monitora os veículos à frente com o auxílio de tecnologia de câmeras e radar e funciona independente de ser dia claro, haver neblina ou estar escuro. Havendo o risco de uma colisão, o motorista é alertado por sinalização sonora e luminosa com intensidade crescente. Se o sistema não detectar uma reação do motorista, o caminhão começa a frear de leve. Se, mesmo assim, o motorista ainda não reagir, o freio de emergência é acionado até parar totalmente o veículo. Depois de mais cinco segundos sem movimento da direção ou outra reação, o freio é automaticamente acionado, uma medida de segurança para evitar que o caminhão se movimente caso o motorista esteja em choque ou inconsciente.

Quando o freio de emergência é acionado, as luzes de freio traseiras começam a piscar para avisar os veículos que vêm atrás, e quando a velocidade do caminhão cai para 5 km/h os pisca-alertas são também acionados.

O sistema Volvofunciona em estradas sinuosas e consegue diferenciar entre guard-rails laterais e obstáculos reais como veículos, incluindo motocicletas. Para obter os benefícios plenos do sistema, é essencial garantir que todas as funções, como os freios ABS, estejam ativos tanto no trator quanto no reboque.

Considerando o pouco tempo decorrido desde a introdução da legislação sobre freios de emergência na Europa, ainda levará algum tempo até que seus efeitos positivos sejam refletidos em estatísticas de acidentes. Porém, a Volvo Trucks está convencida dos benefícios dosistema de frenagem de emergência e outros sistemas de segurança ativa.

“Nossos sistemas de segurança ativa fazem parte de uma solução holísticaque claramente ajuda a reduzir os riscos no trânsito, porém é importante estar ciente que a tecnologia não tem como fazer tudo sozinha. Um ambiente de trânsito seguro requer a interação ativa  entre todos os usuários da via. Um motorista experiente, atento e que dirige seu veículo com responsabilidade ainda é a melhor forma de prevenção de acidentes,” diz Carl Johan Almqvist.

Exemplos dos sistemas de segurança inteligentes da Volvo Trucks

  • Adaptive Cruise Control: piloto automático que ajuda o motorista a manter a distância estabelecida do veículo à frente.
  • Aviso de Colisão com Freio de Emergência: alerta motoristaem caso de risco de colisão com o veículo à frente, acionando os freios se necessário.
  • Suporte de Alerta do Motorista:avisa o motorista para fazer um intervalo ao detectar sinais de falta de atenção ou sono do motorista.
 

DEIXE UM COMENTÁRIO